TV News
SPlay

Médicos dizem ser pressionados para ministrarem cloroquina aos pacientes

Uma pesquisa realizada pela Associação Paulista de Medicina (APM) mostrou que 48,9% dos médicos receberam algum tipo de ameaça de pacientes ou de familiares para realizar tratamento com o uso de cloroquina e hidroxicloroquina

Por Super - Rádio e Notícia em 26/07/2020 às 12:58:27

Uma pesquisa realizada pela Associa√ß√£o Paulista de Medicina (APM) mostrou que 48,9% dos médicos receberam algum tipo de amea√ßa de pacientes ou de familiares para realizar tratamento com o uso de cloroquina, hidroxicloroquina ou outro medicamento sem comprova√ß√£o científica no combate ao novo coronavírus.

Segundo o estudo, para 69,2% dos médicos, as notícias falsas s√£o as principais causadoras desses desentendimentos. "Interferem negativamente, pois levam algumas pessoas a minimizar (ou negar) o problema e, assim, a n√£o observar as recomenda√ß√Ķes de isolamento social e higiene, ou a n√£o procurar os servi√ßos de saúde", relata a associa√ß√£o.

Entre os relatos de viol√™ncia, 37% presenciaram episódios de agress√Ķes a médicos ou a outros profissionais da saúde ou administrativos, 21,5% relataram trucul√™ncia psicológica, 20,7% narraram agress√£o verbal e 11,5% contaram ataques nas redes sociais.

Notícias falsas, remédios ineficazes

O maior estudo brasileiro j√° feito sobre o uso da hidroxicloroquina em pacientes com sintomas leves ou moderados de covid-19 atestou aquilo que a Organiza√ß√£o Mundial de Saúde (OMS) e outros órg√£os internacionais j√° haviam apontado: a droga n√£o tem efic√°cia no combate contra o novo coronavírus.

A conclus√£o é de uma pesquisa feita pela coaliz√£o liderada pelos hospitais Albert Einstein, HCor, Sírio-Liban√™s. Moinhos de Vento, Oswaldo Cruz e Benefic√™ncia Portuguesa, pelo Brazilian Clinical Research Institute (BCRI) e pela Rede Brasileira de Pesquisa em Terapia Intensiva (BRICNet).

Reprodutor de vídeo de: YouTube (Política de Privacidade, Termos)


Subnotifica√ß√Ķes

A APM também questionou os médicos sobre a possibilidade de subnotifica√ß√£o nos dados divulgados pelo Ministério da Saúde. 45,4% relatam acreditar em subnotifica√ß√£o do governo e 21,5% t√™m a percep√ß√£o de que o número de óbitos veiculados é inferior.

Reprodutor de vídeo de: YouTube (Política de Privacidade, Termos)


Fonte: Catraca Livre

TV News
Anuncie 2
Don Petisco
SPlay
Maravilhas da Terra
Madame Damy

Coment√°rios

Maravilhas da Terra