TV News
SPlay

Lua ou lâmpada?

Por Rádio Super em 27/10/2019 às 12:55:16

Alguns tipos de insetos voadores, usam a luz da lua para se orientar e chegar ao seu habitat sem se perder. Faz parte do instinto deles. A lua orienta esses insetos mas é inalcançável. Esses pequenos seres, evoluĂ­ram sem a presença da luz artificial e sempre usaram a lua como a fonte orientadora que sempre os ajudava a conseguir seus objetivos, apesar de estar muito distante.

Contudo, a luz criada pelo homem, a luz artificial, chegou e confundiu esses insetos, sendo o motivo de sempre observarmos a presença de insetos rodeando as lâmpadas, em casa ou nos postes das ruas, até nas telas dos televisores. Principalmente mariposas e cupins se confundem, achando que a luz mais próxima pode substituir a luz da lua, e é lógico, por instinto, sendo algo próximo, com maior brilho e algo que se pode atingir.

Podemos utilizar esse exemplo na vida real; quantas pessoas, por diferentes motivos, se orientam por outras que nessa comparação seria a lua, porém inatingĂ­vel, mas que tem uma grande função na vida delas: orientar para um caminho na busca pelos objetivos. Todavia o ser humano, diferente dos insetos, que sĂŁo apenas instintivos, usam várias formas de se orientar por essas pessoas que seriam uma luz, como a da lua, mas a maioria nunca reconhecerá que um dia foi guiada por essa luz da lua, porque no caminho, muitas lâmpadas aparecem e acabam desviando o caminho original, encantados pela forte luz artificial, que um dia irá ressecar suas asas ou na melhor das hipóteses, fazĂŞ-los estacionar no caminho que poderia ser muito mais longo. E as mariposas acabam supondo que estĂŁo "abafando".

A lua pode não ter a perfeição na plenitude da luz, pois passa por fases, sendo a mais produtiva na orientação dos insetos, em sua fase "cheia", mas a lua sempre será a lua e uma lâmpada, sempre será uma lâmpada.

Infelizmente, as pessoas atualmente se orientam mais por flashs, esquecendo que a "caminhada" é muito mais longa. Algumas "luas" como pais, parentes, amigos, lĂ­deres, pessoas que deram oportunidades, guiaram em um momento em que as luzes artificiais estavam apagadas, mas por estarem distantes, se tornando "pequenas" ao toque, inatingĂ­veis na vontade de se chegar mais rápido e com mais brilho (artificial), foram esquecidos, ignorados, desdenhados e até mal falados, porém, um dia essa pessoa precisou simplesmente da luz da lua para se orientar. Fica a pergunta: quando a lâmpada que falsamente orienta pode queimar? Talvez outras lâmpadas serĂŁo procuradas, mas todas tem prazo de validade. E o brilho da lua continua, pois apesar de inatingĂ­vel, mudando de fases, ou às vezes escondida pela escuras nuvens de chuva, ela sempre estará lá, para guiar, mesmo que de muito longe, as mariposas e cupins que nunca vĂŁo saber ou admitir, mas que antes de encontrar uma lâmpada, usaram o brilho da lua para se orientar.

TV News
Anuncie 2
Don Petisco
SPlay
Maravilhas da Terra
Madame Damy
Maravilhas da Terra